Devocional: Como agir diante das notícias preocupantes?

No demais, irmãos meus, fortalecei-vos no Senhor e na força do seu poder. Efésios 6:10 (RA)

A cada dia que passa vemos notícias que nos causam mais medo e preocupação, quando ligamos a TV ou acessamos nossas redes sociais, somos bombardeado por uma série de notícias ruins. Isso já era uma realidade a muito tempo, mesmo antes do Covid-19

As notícias que mais geram audiência são as ruins, geralmente tragédias e mortes. 
A pergunta que fica então é como agir frente a essa situação? Não podemos e nem devemos nos alienar ou ignorar os fatos, mas também não devemos ser guiados por eles. Pensando nisso, quero deixar pra você uma lista de alguns conselhos, bíblicos sobre como agir diante das notícias preocupantes:

1- Antes de ler as notícias, leia a Bíblia: 
Sim, a Bíblia é lâmpada para nossos pés e luz para o nosso caminho (Salmo 119:105), ela é fundamento seguro frente às adversidades e problemas da vida (Mateus 7 24-25). Saber do que acontece no mundo é necessário, mas se fundamentar na palavra de Deus é indispensável! O mundo e as notícias mudam, mas a palavra de Deus permanece para sempre. Como seus dias lendo a Bíblia, recitando as promessas do amor e do cuidado de Deus, e se conectando com Deus por meio da oração! 

2- Não se deixe dominar pela ansiedade: 
A ansiedade é caracterizada pelo medo do futuro, e é muito comum que em tempos de incerteza fiquemos ansiosos. O maior problema não é ter um momento de ansiedade, mas ser dominado por ela. A Bíblia nos ensina a não andar ansioso. (Filipenses 4:6). Ocupe a sua mente com coisas boas, não viva o tempo todo em função de notícias, afaste-se das pessoas negativas e alarmistas.

3- Entregue suas preocupações a Deus por meio da oração:
A palavra nos ensina a não andar ansioso, antes entregar nossas causas a Deus. E fazer isso, traz consigo uma promessa: A paz de Cristo guardará a nossa mente e o nosso coração em Cristo Jesus (Filipenses 4:17). Faça da oração seu escudo e seu escape. Ao invés de ficar remoendo problemas e preocupações, leve-os até Deus, entregue e confie no cuidado dEle. Lembre-se: Ele é poderoso pra fazer infinitamente mais do que pedimos ou pensamos. (Efésios 3:20)

4- Não se isole:
Vivemos tempos onde o isolamento social é necessário, mas não devemos viver um isolamento existencial. O ser humano não foi criado para viver só. A Bíblia nos ensina sobre o poder da oração uns pelos outros, da confissão e da comunhão. (Salmo 133:1/ Tiago 5:16). Não sofra sozinho! Se você está passando por um dia mau, procure ajuda em Deus e também em alguém de confiança. Seu pastor, sua igreja, seu líder, seus amigos e sua família são pessoas que podem te ajudar.

5- Cuide da sua saúde e das pessoas que você ama: 
Não podemos negar a gravidade do tempo em que estamos vivendo. Cremos que por mais duro que seja, Deus está no controle de tudo, ainda que o mundo tenha perdido o controle da situação. Em tempos de pandemia é necessário que você se cuide, tome as medidas necessárias como uso de máscara, álcool gel, distanciamento social e também que mantenha uma boa alimentação e tenha hábitos saudáveis. Evite aglomerações e saia de casa somente quando necessário. Se cuidar dará a você uma sensação de conforto e paz, sabemos que nossa segurança está em Deus, mas devemos ser prudentes e fazer a nossa parte. Nesse tempo devemos perseverar em oração! Nossa confiança está em Deus, e a palavra afirma que aqueles que esperam no Senhor não serão Abalados! (Salmos 125:1). 

Oremos pelas autoridades, pelos cientistas, para que tão logo seja possível a vacina e remédios estejam disponíveis para controlar essa situação. Que nesses tempos de pandemia, você seja impulsionado a buscar ainda mais ao Senhor. Que esses breves conselhos, possam ajudar você a viver em paz, confiante e jubilante em Deus. 

Que em tudo a Graça e o amor de Deus possam te fortalecer e consolar sempre.







  • (Volta Redonda, Rio de Janeiro)
  • Autor: Rev. Lucas Brandão, 27 anos, casado com a Ketely. Pastor Auxiliar na Igreja Presbiteriana do Retiro - Volta Redonda, Professor de Teologia, pós-graduando em Teologia Sistemática no CPAJ (Mackenzie).

Postar um comentário

Olá! Queremos saber a sua opinião. Deixe aqui a sua dica, sugestão ou crítica sobre este conteúdo. Seu comentário é muito importante para nós. Obrigado!

Postagem Anterior Próxima Postagem